Participantes destacam importância do Fentepira

Estimular a troca de ideias é uma das filosofias do Fentepira, que recebeu na mostra principal 10 companhias teatrais de São Paulo, Santo André, Ribeirão Preto, Sorocaba, Jacareí, Piracicaba, Curitiba, Joinville e Uberlândia.

Os integrantes das trupes fizeram questão de destacar a importância desta quinta edição e ressaltar a qualidade técnica da comissão debatedora. Cada um deles diz ter saído com boas experiências do Festival e com certeza também deixaram uma imensa contribuição para o público piracicabano. 

Confira alguns depoimentos.

Daniela Cavagis, do espetáculo Bielski (Cia. Levante/Santo André)

“Participamos do Fentepira também em 2008. E estando em duas edições, é possível fazer uma comparação. De lá para cá houve um crescimento grande, desde a organização até a diversidade dos espetáculos selecionados. Eu soube inclusive que na seleção o nosso espetáculo quase não entrou, por questão do perfil do Fentepira este ano. Mas a comissão de seleção teve discernimento e entendeu que para haver formação de público é fundamental a diversidade, que ajuda a treinar o olhar do espectador. Senti que tudo está mais seguro, que o Festival está no processo de crescimento, o que é bom para a cidade e para quem prestigia.”
O espetáculo Bielski recebeu os Destaques: Texto Original e de Encenação para Antônio Rogério Toscano, Projeto Sonoro para Cristiano Meirelles e Elenco.

Vinícius José Puhl Ferreira, do espetáculo Migrantes (Grupo Dionisos Teatro/Joinville)

“O mais legal de ter participado do Festival foi a troca que eles nos ofereceu. Essa possibilidade de viajar, conhecer gente e ter contatos com novas possibilidades e formas de se fazer teatro nesse Brasil que é tão grande. Aqui a acolhida foi maravilhosa, a gente dormiu no alojamento do próprio Teatro, o pessoal da organização sempre muito prestativo. Destaco ainda a importância da visão crítica da comissão debatedora, fundamental para que nós entendamos como o nosso trabalho está sendo visto e olhar para o grupo, se distanciar um pouco.”
O espetáculo Migrantes recebeu o Destaque Intérprete para Andréia Malena Rocha.

Maurício Toco, do espetáculo Resumo de Ana (Grupo Manto/Sorocaba)

“Fiquei impressionado com alguns aspectos da comissão debatedora e isso denota a competência de cada um deles. Com um olhar técnico apurado, eles apontaram os problemas do espetáculo, sem deixar de fazer elogios, e isso foi bastante frutífero, pois pudemos re-olhar nossa obra e poli-la novamente. Saímos satisfeitos do 5º Fentepira.”
Maurício Toco recebeu o Destaque a Critério da Comissão Debatedora pelas Intervenções Musicais.

Eli André Corrêa, do espetáculo Resumo de Ana (Grupo Manto/Sorocaba)

“Antes da participação no Festival, tínhamos em mente reduzir a peça. Atualmente ela está com 2h10 aproximadamente. Aí recebemos umas dicas da comissão debatedora nesse sentido e elas foram importantes. Já nos dias seguintes à nossa apresentação nosso diretor acatou as sugestões e enviou um e-mail aos atores com o novo texto. O Fentepira nos fez criar coragem e ajudou a nos libertarmos. Achávamos a obra bonita, mas estávamos apegados, não queríamos cortar as cenas. Só que a partir do Festival criamos coragem. Acredito que agora tenhamos 1h30 de espetáculo, o que é um tempo bom para o público.”
Eli André Corrêa recebeu o Destaque para Intérprete.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s