Grupo Sabadarte encena quatro ‘mini-espetáculos’ em paralela

Este slideshow necessita de JavaScript.

Os alunos do segundo módulo do Curso de Teatro do ETA (Estúdio de Treinamento Artístico), de São Paulo, participam no sábado (5), às 18h, das atividades paralelas Cenas sem Fronteiras do 6º Fentepira (Festival Nacional de Teatro de Piracicaba). Trata-se do grupo Sabatarde, que estará na Sala 2 do Teatro Municipal Dr. Losso Netto para apresentar a Mostra Cênica, com adaptação de quatro espetáculo adultos, com duração entre 15 e 20 minutos cada. A entrada é gratuita.

A primeira apresentação será com duas atrizes de Piracicaba, Bêne Giangrossi e Lívia Spada, acompanhada de Lucas Andrade, Kettly Marinho e Robson Marinho. O elenco encena A Incrível Confeitaria do Senhor Pellica, de Pedro Brício. A peça se passa em uma confeitaria decadente do século 18, quando o proprietário Pellica, sua família, e seus criados passam dificuldades financeiras e pensam numa maneira de salvar seu negócio. Pellica acredita que a salvação virá de um enviado de São Judas. O conde Bellone, credor de Pellica, propõe casamento a sua filha Isabela como forma de pagamento da dívida da confeitaria e anuncia um grande concurso de tortas. Pellica deposita suas esperanças todas no concurso.

Na sequência é a vez de Essa Propriedade está Condenada, de Tennessee Williams, peça que se inicia com o encontro de duas crianças em uma ferrovia. O garoto empina pipa e a menina, determinada, tenta se equilibrar nos trilhos do trem. Ao se apresentarem a menina revela que tem nome de menino e que mora na casa amarela com a placa Esta Propriedade Está Condenada. Willie, conta que recebeu esse nome porque seus pais queriam que ela fosse um menino. Eles já tinham uma menina, a irmã mais velha, Alva. Nesse momento a garota revela ter uma obsessão pela irmã, e naqueles trilhos tenta guiar seus passos. No elenco estão Amanda Cruz, Doug Buriti, Fabiana Lórent, Pedro Almeida e Rosi Viana.

Da obra de Aristófanes, o espetáculo Lisístrata traz a história de mulheres de Atenas, Esparta, Beócia e Corinto, cidades gregas atingidas por uma guerra que já dura 20 anos, chefiada pela ateniense Lisístrata. Cansadas da situação, elas decidem por fim às hostilidades usando de uma tática pouco convencional: uma greve de sexo. A interpretação será com Fernanda Vieira, Keissy Petrilli, Luan Ferreira, Marcela Rangel, Tatiane Resende, Ricardo Saura, Vlamir Paulino e Vanessa Ferola.

Para encerrar a mostra será apresentado o texto de Plínio Marcos, Homens de Papel, escrito em 1968 e até hoje atual. A história se dá em torno de um grupo de catadores de papel, que fomenta uma revolta contra o homem que, ao comprar-lhe o papel coletado pelas ruas, “rouba no peso e no preço”, para revendê-lo, mais tarde, para uma fábrica. Eleva-se, assim, a partir dessa “sociedade” de catadores de papel, uma metáfora do poder pelo poder, que aprisiona explorador e explorado a um sistema desumano de luta pela sobrevivência. São integrantes da peça os atores Carla Plenas, Henrique Tonon, Miriam Ramos, Sol Moraes e Will de Souza e Marcela Rangel.

Os quatro espetáculos contam com direção geral de Poliana Pitteri, supervisão de direção de Daniel Fernandez, produção executiva de Nadir Cefali e Carol Cefali.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s