Inscrições abertas para 3 oficinas

arte-oficinas

Três oficinas estão confirmadas na programação do 9º Fentepira (Festival Nacional de Teatro de Piracicaba), que acontece de 15 a 23 de novembro. As inscrições podem ser feitas pelo e-mail fentepira2014@gmail.com ou no campo “Oficinas” deste blog. As atividades serão oferecidas gratuitamente.

Ao manifestar interesse, é necessário mencionar nome completo, idade, breve currículo, endereço e telefone, além da oficina que deseja participar, que deve constar no título do e-mail. O preenchimento das vagas será por ordem de inscrição. “Todos os anos oferecemos uma programação completa ao público do festival. Além de formar público em artes, a nossa preocupação é com o intercâmbio de ideias”, diz Rosângela Camolese, secretária municipal da Ação Cultural.

O diretor, dramaturgo e pesquisador teatral Marcelo Flecha, da Pequena Companhia de Teatro, do Maranhão, irá ministrar a oficina Do Épico ao Dramático: A Transposição de Gêneros como Instrumento de Confecção de Dramaturgia. A aula será no dia 15, das 13h às 18h, no Teatro do Sesi Piracicaba (avenida Luiz Ralph Benatti, 600, Vila Industrial).

Podem participar alunos dos cursos de teatro ou letras de nível técnico ou superior com iniciação na escrita para o gênero dramático, dramaturgos em processo de formação e interessados no exercício de produção literária para teatro. Há 14 vagas.

Nas cinco horas de atividades serão trabalhadas a introdução ao estudo dos princípios, métodos e técnicas de adaptação literária, a análise dos gêneros literários e o desenvolvimento de habilidades para a produção de dramaturgia. Flecha também irá apresentar o processo de adaptação dos textos dos espetáculos Pai & Filho e Velhos Caem do Céu como Canivetes.

No dia 19 de novembro, das 14h às 17h, está programada a oficina de Máscara: Do Treinamento à Expressividade, com Paulo Willians e Iris Yazbek, do Grupo Tecelagem, de Jacareí. A aula será desenvolvida na sala de ensaios do Teatro Municipal Erotídes de Campos, no Engenho Central, com participação direcionada a estudantes de teatro e arte-educadores a partir dos 14 anos. Neste caso são 15 participantes e 10 ouvintes.

A finalidade desta oficina é estabelecer um processo treinamento do corpo, de suas possibilidades como agente pré-expressivo e expressivos, através de exercícios físicos e jogos cênicos com as máscaras larvárias e expressivas”, contextualiza Paulo Willians, ao lembrar que os exercícios propostos possibilitam maior contato com os impulsos internos criativos, objetividade física, agilidade, destreza e reflexos, amplitude do repertório e memória corporal, além do trabalho da coluna vertebral como centro de expressão e da transformação física com os estímulos exteriores.

Das 15h às 18h de 22 de novembro será realizada a última oficina, na sala de ensaios do Teatro Erotídes de Campos, com 25 vagas para o público a partir dos 16 anos. Carina Presupa e Thaís Póvoa, da Cia. Lona de Retalhos, de Santo André, irão As Máscaras do Bufão, Commedia dell’arte e do Palhaço. A participação é aberta a atores, estudantes de teatro e interessados na pesquisa e linguagem de máscaras.

Thaís e Carina farão um bate-papo sobre processo de criação do espetáculo Otelo e a Loira de Veneza ou o Pancadão da Traição e apresentarão detalhes sobre a utilização das máscaras no treinamento do ator. Os participantes terão exercícios práticos para identificar as características do trabalho da máscara e os novos caminhos para a construção de um trabalho teatral. “A ideia é gerar uma reflexão do grupo sobre características da comédia popular, a graça, o lirismo e o grotesco”, explica Carina Presupa.

PROGRAMAÇÃO – A programação do Fentepira será composta por apresentações gratuitas de espetáculos convidados e da mostra oficial, além de debates e oficinas. As atividades acontecem no Teatro do Engenho, Teatro do Sesi e na Praça José Bonifácio.

A mostra oficial da nona edição terá os espetáculos Velhos Caem do Céu como Canivete; Monóculo; O Ponto Alto da Festa; Fábrica de Chocolate; Ana na Árvore; Maria, Sou Eu; Maria Inês ou o que Você Mata pra Sobreviver?; A Nau dos Desterrados; Otelo e a Loira de Veneza ou o Pancadão da Traição; Epitáfio; e Saltimbembe Mambembancos.

Após as apresentações dos espetáculos, o público é convidado a juntar-se aos grupos de teatro para participar dos debates. Dois convidados farão as análises críticas: Fátima Saadi, dramaturgista do Teatro do Pequeno Gesto, e Alexandre Mate, doutor em história social e professor da Unesp (Universidade Estadual Paulista) em São Paulo.

O 9º Fentepira é realizado pela Prefeitura do Município de Piracicaba, por meio da Semac (Secretaria Municipal da Ação Cultural), em parceria com o Sesi Piracicaba, Colégio Piracicabano, Senac Piracicaba, Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba), Ponto de Cultura Garapa, Apite! (Associação Piracicabana de Teatro), Rádio Educativa FM, Secretaria Municipal da Educação e Centro de Comunicação Social.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s