Espetáculo instiga a plateia: o que você mata para sobreviver?

Indicada ao Prêmio CPT (Cooperativa Paulista de Teatro) como Grupo Revelação, a Cia. Ato Reverso está entre as selecionadas para a mostra oficial do 9º Fentepira (Festival Nacional de Teatro de Piracicaba) com o espetáculo Maria Inês ou o que Você Mata pra Sobreviver?. A apresentação acontece no Teatro Municipal Erotídes de Campos, no Engenho Central, às 19h de sexta-feira, 21. A distribuição dos ingressos gratuitos, limitados a 100 lugares, tem início uma hora antes.

O espetáculo tem como ponto de partida a música Maria Inês, do grupo musical Karnak, liderado por André Abujamra. A narrativa segue a trajetória da personagem que assassinou o marido, o cunhado e o sobrinho para se salvar. Ao espectador é lançada a pergunta “O que você mata para sobreviver?”. O intuito é aproximar a situação-limite da personagem à condição de sobrevivência na sociedade atual.

Junto com Maria Inês outras vozes aparecem, questionando os conceitos de formação, sobrevivência e liberdade. São relatos construídos pela Cia. Ato Reverso durante o contato com adolescentes da Fundação Casa, através de uma ocupação artística entre fevereiro e maio de 2013 e transformados em dramaturgia.

No elenco estão Luana Gregory, Lucas Oranmian, Bárbara Lins, Luiza Romão e Nathália Bonilha, que também cantam músicas a capella ou com acompanhamento de instrumentos tocados ao vivo, numa improvisação em ritmo de rap e funk. Atuam como provocadores cênicos Antonio Araújo e Cibele Forjaz. A direção musical é de Renato Garcia, a dramaturgia de Sofia Botelho e a direção de Luiza Romão e Nathália Bonilha.

FESTIVAIS – O espetáculo acaba de ser apresentado na Mostra Sesc Cariri, no Ceará, no dia 10 de novembro. Em outubro participou do Feto (Festival de Teatro Estudantil), em Belo Horizonte, e em junho esteve no 27º Festival Internacional de Blumenau, onde recebeu o prêmio de melhor Concepção Sonora e a indicação na categoria Melhor Conjunto de Atores. A convite da ECA-USP (Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo), o grupo representou o Brasil no 9º Encontro Internacional de Escolas Superiores de Teatro, na Cidade do México, em 2013.

Em agosto de 2012, o espetáculo foi contemplado com o ProAC – Primeiras Obras de Produção e Temporada de Teatro, da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo. A primeira temporada de Maria Inês, em junho de 2012, ocorreu no espaço CDC Vento Leste (Patriarca), na capital. Receberam o espetáculo as sedes das cias do Feijão e Livre, ambas em São Paulo. Além disso, Maria Inês participou da 14º Festival Satyrianas, promovido pelo grupo Os Satyros.

GPTA – A Ato Reverso surgiu no início de 2011, da reunião de artistas do curso de artes cênicas da USP, com o nome de Grupo de Pesquisa de Treinamento de Ator (GPTA). Tendo como base os princípios da antropologia teatral de Eugenio Barba, desenvolveu dois experimentos práticos: um baseado nos poemas de Hilda Hilst e outro no conto Livro de Areia, de Jorge Luis Borges. Em fevereiro de 2012, já como Cia Ato Reverso, começou a ensaiar O Interrogatório de Peter Weiss, que futuramente se desdobrou na dramaturgia do espetáculo Maria Inês.

9º FENTEPIRA – Às 18h50, no hall do Teatro do Engenho, o grupo piracicabano Sexta-feira Pode Tudo recepciona o público com a esquete cômica O Assalto. A atividade paralela é desenvolvida em apoio com a Apite! (Associação Piracicabana de Teatro).

Após a apresentação do espetáculo o público é convidado a se juntar ao grupo para acompanhar os debates com o doutor em história social Alexandre Mate e a dramaturgista Fátima Saadi, sob mediação do ator e diretor Roberto Rosa, curador do 9º Fentepira.

Ainda na sexta-feira, 21, às 21h, a programação segue no Engenho Central, em frente ao Armazém 7A, com a encenação do espetáculo A Nau dos Desterrados, da Cia. de 2, de São José dos Campos. A montagem também integra a mostra oficial e será feito debate após a apresentação. O Fentepira segue até 23 de novembro, sempre com entrada gratuita.

A realização é da Prefeitura do Município de Piracicaba, por meio da Secretaria Municipal da Ação Cultural, com o apoio do Sesi Piracicaba, Senac Piracicaba, Apite! (Associação Piracicabana de Teatro), Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba), Secretaria Municipal de Educação, Colégio Piracicabano, Ponto de Cultura Garapa, Rádio Educativa FM e Centro de Comunicação Social.

SERVIÇO – 9º Fentepira, com o espetáculo Maria Inês ou o que Você Mata pra Sobreviver?, da Cia Ato Reverso. Sexta-feira, 21, às 19h, no Teatro Municipal Erotídes de Campos, no Engenho Central. Capacidade: 100 lugares. Duração: 60 minutos. Classificação: 14 anos. Entrada gratuita. Ingressos disponíveis uma hora antes do início do espetáculo. Informações: http://www.fentepira.com.br ou 3413-8526 e 3413-5212.

Anúncios

Um comentário

  1. […] A área externa do Engenho Central se transforma em palco para a Cia. de 2 na noite de sexta-feira, 21. Às 21h, em frente ao Armazém 7, quatro atores de São José dos Campos apresentam o espetáculo A Nau dos Desterrados, selecionado para a mostra oficial do 9º Fentepira (Festival Nacional de Teatro de Piracicaba). A entrada é gratuita. Antes, às 19h, haverá apresentação de Maria Inês ou o que Você Mata pra Sobreviver?, com capac… […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s