Fentepira comemora 10 anos

Integrantes da comissão organizadora, após coletiva de imprensa nesta quarta-feira, 4, no Teatro do Engenho: Marcelo Mazzei (Sesi), Rosângela Camolese (Semac), Leonardo Borges e Chico Galvão (Sesc), e Fátima Monis (Sesi)
Integrantes da comissão organizadora, após coletiva de imprensa nesta quarta-feira, 4, no Teatro do Engenho: Marcelo Mazzei (Sesi), Rosângela Camolese (Semac), Chico Galvão e Leonardo Borges (Sesc), Fátima Monis (Sesi) e Heloísa Guerrini (Semac)

Companhias de artes cênicas de cinco Estados brasileiros reúnem-se no interior paulista de 7 a 15 de novembro para celebrar a diversidade de estilos e linguagens no Fentepira (Festival Nacional de Teatro de Piracicaba). A décima edição traz 17 espetáculos para todas as idades, além de oficinas e debates, distribuídos em dez espaços. As atividades, gratuitas, são promovidas pela Prefeitura do Município de Piracicaba, por meio da Semac (Secretaria Municipal da Ação Cultural), e entidades parceiras.

A maratona de apresentações tem início na Praça José Bonifácio, com o Teatro Imaginário Maracangalha. Às 11h de sábado, 7, a trupe de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, apresenta Tekohá – Ritual de Vida e Morte do Deus Pequeno, sobre a trajetória do líder guarani Marçal de Souza e sua resistência histórica na luta pela terra e direitos dos povos indígenas. A peça é um oferecimento do Sesc Piracicaba.

Como forma de convidar o público da área central para o espetáculo de abertura, a Apite! (Associação Piracicabana de Teatro) organiza um cortejo, com saída às 10h em frente ao Mercado Municipal. Os atores percorrem a rua Governador Pedro de Toledo em direção ao coreto da praça, onde acontece a apresentação. Para o ato, a diretoria da entidade convocou grupos de teatro locais, solicitando ainda que os atores utilizem seus figurinos de teatro.

PROGRAMAÇÃO – O Fentepira tem como palcos o Parque do Engenho Central, com encenações no Teatro Erotídes de Campos, no Armazém 11 e na área externa (entre os armazéns 7A e 7B), além do Ponto de Cultura Garapa, Praça José Bonifácio, Teatro do Sesi, Teatro do Sesc e Casa do Povoador. Os grupos participantes são provenientes de Brasília (DF), Itajaí (SC), Belo Horizonte (MG), além de São Paulo, incluindo a capital e as cidades de Sorocaba, Campinas e Piracicaba.

Esta edição está distribuída em 10 espetáculos na mostra principal, três peças convidadas, duas montagens pelo projeto Diversão em Cena e três oficinas. No caso do espetáculo São Jorge Menino, com duas sessões na Praça José Bonifácio, trata-se de uma realização da São Cia São Jorge de Variedades com o apoio da Secretaria Estadual de Cultura, pelo projeto ProAC Circulação de Espetáculos de Rua. Já as oficinas acontecem no Sesc, Casa do Hip Hop e Senac, sendo direcionadas a diferentes públicos.

Sem caráter competitivo entre as companhias participantes, o Fentepira tem como objetivos a formação de plateias, o estímulo à troca de ideias, a popularização das artes cênicas e o fomento dos grupos de teatro. “Uma das peculiaridades do Fentepira é o trabalho da comissão organizadora, composta por atores, diretores de teatro e fazedores de cultura. Num trabalho incansável, eles unem-se à Semac para pensar e contribuir com o amadurecimento das atividades”, diz a secretária da Ação Cultural, Rosângela Camolese, ao citar as reuniões semanais para a organização.

O formato do Fentepira passou por modificações desde a sua criação, em 2006. Era de caráter competitivo, com premiação em categorias e entrega de troféus. Depois, ganhou o formato de mostra e, com isso, os selecionados recebem ajuda de custo conforme a distância de Piracicaba. Também foi implantada a curadoria, em 2011, e incorporada, no ano passado, a Mostra de Teatro Estudantil. “Temos um evento que contribui para a projeção de Piracicaba como polo cultural no Estado de São Paulo”, avalia o prefeito Gabriel Ferrato.

As 10 montagens da mostra oficial foram analisadas entre as 253 inscritas, de 75 cidades, de 14 estados mais o Distrito Federal. A curadoria desta edição é dividida entre Jorge Vermelho e Valdir Rivaben. “Absorvemos trabalhos que apresentem novos respiros à cena teatral, onde em sua essência exalem a pesquisa, a definição de um caminho artístico e uma prática que nos provocasse como espectadores. Além, é claro, da qualidade das propostas, pensando no público que habitará as cadeiras do teatro e será a recepção concreta da obra teatral”, relatam os curadores do Fentepira. Valdir Rivaben é articulador de programação das Oficinas Culturais na Poiesis – Organização Social de Cultura, e Jorge Vermelho é ator e diretor da Companhia Azul Celeste, em São José do Rio Preto, e diretor artístico do Balé Teatro Castro Alves, em Salvador.

O regulamento do Fentepira estabelece que a mostra contemple entre um e três espetáculos de grupos estabelecidos em Piracicaba. Especialmente nesta edição, acatando a uma sugestão da comissão organizadora, três montagens da cidade foram incluídas na grade, de forma inédita. Os selecionados são Muda por Amor, da Cia D`Vergente de Teatro, Degredo, do Grupo Forfé de Teatro, e Lodo, da Cia Te-Ato de Teatro. Na avaliação dos curadores, “trata-se de grupos que comprovam a presença da elaboração da pesquisa, e que apresentam uma maturidade a caminho do profissionalismo, definindo suas personalidades e projeto artístico”.

DEBATES – Após a apresentação dos espetáculos da mostra principal, o público é convidado a participar de bate-papos com as companhias de teatro. Os objetivos são o amadurecimento da plateia e o acesso, pelas trupes, a um olhar apurado sobre suas produções. O curador Valdir Rivaben, piracicabano radicado na capital, conduz os debates. Desde a quinta edição, atua como debatedor Alexandre Mate, doutor em história social e professor do Instituto de Artes da Unesp, em São Paulo. Mate produz leituras críticas, encaminhadas a todos os grupos, e publicadas no site do Fentepira. Também participa o ator e diretor Aguinaldo de Souza.

Na analise de Mate, o Fentepira representa uma rara oportunidade de contato com experimentos teatrais desenvolvidos no país. “Além do contato com as obras, há um aproximação com o pensar dos grupos e a possibilidade de interação concreta com os criadores”, diz Mate. Ele fala da importância das leituras críticas aos grupos participantes e ao público apreciador: “é um documento sobre alguma experiência humana. Pode funcionar, também, como um descortinador de diálogos, de revisitador de senso comum e achismos plantados e naturalizados na vida social”.

As instituições parceiras desta edição são o Sesi, Sesc, Senac, Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba), Colégio Piracicabano, Poiesis – Organização Social de Cultura, Ponto de Cultura Garapa, Apite! (Associação Piracicabana de Teatro), CoMCult (Conselho Municipal de Cultura), Associação Cultural e Teatral Guarantã, Jornal de Piracicaba, Revista Arraso, Secretaria Municipal de Educação e Rádio Educativa FM.

MOSTRA – A inclusão da Mostra de Teatro Estudantil de Piracicaba no Fentepira se deu por meio da lei 7.941/2014, com o propósito de difundir e promover o gosto teatral entre os estudantes e desenvolver a formação de público. Os espetáculos são criados por grupos de teatro de escolas públicas, privadas ou de entidades do Estado de São Paulo. Nesta edição, a mostra antecedeu o Fentepira, de 3 a 6 de novembro, no Salão Nobre do Colégio Piracicabano, Teatro do Sesi e Teatro do Sesc, com grupos de Piracicaba, Quadra, Boituva, Valinhos e Sumaré.

SERVIÇO – 10º Fentepira (Festival Nacional de Teatro de Piracicaba). De 7 a 15 de novembro. Entrada gratuita. Ingressos para espetáculos fechados começam a ser distribuídos uma hora antes de cada atração. Acesse a programação completa no site http://www.fentepira.com.br e acompanhe as novidades no Facebook http://www.fb.com/festivaldepiracicaba. Mais informações: (19) 3413-8526 e (19) 3413-5212.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s